Brandão mostra infidelidade ao PP a recepcionar Lula em Teresina

Nesta quarta-feira (3), o governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), esteve reunido com o ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), antes do ato político da sua campanha que aconteceu na capital do Piauí, Teresina.

Acompanhado do candidato a vice-governador e ex-secretário de Educação, Felipe Camarão (PT), Brandão destacou o encontro como um ato “de celebração da democracia”.

O gestor estadual, prova mais uma vez, sua infidelidade ao partido (PP), do seu aliado André Fufuca, ao declarar apoio ao ex-presidente e acompanhá-lo no estado do presidente nacional do PP e atual ministro-chefe da Casa Civil de Bolsonaro, Ciro Nogueira.

O PP nacional vetou as coligações com o PT em todos os estados. No Maranhão, o PP faz parte da coligação de Carlos Brandão, que tem o PT como vice. Será que perderá o apoio do partido aliado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.