‘Repulsiva’ e ‘criminosa’: Márcio Jerry atribui campanha contra Felipe Neto a milicianos

Vice-líder do PCdoB, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB-MA) chamou de ‘repulsiva’ e ‘criminosa’ a série de ataques produzidos por aliados do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) contra o influenciador digital, Felipe Neto. As ameaças contra o youtuber foram divulgadas nesta quinta-feira (30), durante o Jornal Nacional.

“Essa campanha dos milicianos bolsonaristas contra Felipe Neto é repulsiva, nojenta, asquerosa, criminosa. Manifesto minha indignação contra esses crimes e total solidariedade ao Felipe”, disse o parlamentar.

Nesta sexta-feira (31), o jornal O Globo revelou que um dos autores das ameaças também estava também entre os delinquentes que lançaram fogos de artifício contra o Supremo Tribunal Federal (STF) durante manifestações realizadas em junho. O autor das ameaças e dos disparos se identifica nas redes sociais como “Cavalieri, o guerreiro de Bolsonaro”.

Depois de posicionar como um dos principais opositores ao presidente nas redes sociais, o influenciador tem sido alvo de ataques e fake news desde que o “New York Times” publicou um vídeo seu com críticas ao governo Bolsonaro. A hashtag #TodosContraFelipeNeto ficou em primeiro lugar no Twitter nesta semana, associada a uma acusação contra Neto de pedofilia, que foi identificada como fake news por diversos serviços de checagem do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *