Moro expele arrogância e até ilegalidade ao negar audiência ao presidente da OAB”, diz deputado

O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA), criticou nesta quarta-feira (11) a postura doe Sérgio Moro, após o ministro da Justiça se negar a receber, em audiência, o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Felipe Santa Cruz.

Para o parlamentar, a postura de Moro revela a tirania e a prepotência do ex-juiz condutor da Operação Lava Jato. “Ministro Sérgio Moro expele arrogância, autoritarismo e até ilegalidade ao negar audiência ao presidente da OAB, Felipe Santa Cruz. Pior e mais grave: justifica o absurdo com argumentos de represália política à atuação democrática da OAB. Mais uma atitude patética e inaceitável!”, apontou.

Os desentendimentos entre Moro e Santa Cruz se intensificaram depois que o presidente da OAB revelou, em entrevista ao jornalista Guilherme Amado, da Época, que apoiadores do atual presidente, Jair Bolsonaro, têm “desvio de caráter” e declarou ter certeza sobre a participação do mandatário no assassinato da então vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ).

Após a entrevista ser publicada, Moro respondeu publicamente a Santa Cruz, afirmando que não o receberá enquanto o representante do órgão não “abandonar a postura de militante político partidário”. Moro ainda chegou a dizer que Santa Cruz também deveria pedir desculpas a Bolsonaro e a todos os seus eleitores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *