Dezessete anos de saudade

Há exatos 17 anos fui acometido da maior dor que uma pessoa pode ter, a dor da saudade.  Dor esta que dura ate hoje e sei que nunca vai passar, pois enquanto vida eu tiver nunca vou esquecer.  Exatamente no dia 27 de março por volta de 01 hora da manhã recebi a pior noticia, a que ainda hoje quando lembro me traz muita dor, foi a noticia que o meu pai tinha partido o Senhor Fernando Mello tinha falecido. Naquele momento não acreditei, a adoração que tinha por ele era grande para aceitar que um dia ele faltasse.  Pois hoje muito tempo passou ganhei uma linda filha logo após, anos depois ganhei um filho, mas a dor nunca passou e a falta do “Seu” Fernando é muito grande, não era só um pai, mas o meu ídolo.

1 pensou em “Dezessete anos de saudade

  1. Pelo menos o teu pai morreu de morte natural. Agora, você quer que os pai dos otros morra é na bala, com a candidatura dessa mulher que tu vem incheno a bola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *