23 Prefeituras maranhenses recebem mais de R$ 1 bilhão do Fundef

A União já liberou a 23 municípios do Maranhão recursos oriundos de diferenças no repasse do antigo Fundef – atualmente substituído pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos profissionais da Educação (Fundeb).

No total, as prefeituras maranhenses já beneficiadas, de acordo com levantamento do Sinproesemma, receberão mais de R$ 1,1 bilhão.

Na primeira leva, Barra do Corda, Imperatriz e Santa Luzia são as maiores beneficiadas, com valores que superam R$ 100 milhões;

Entenda o caso

O antigo Fundef é composto por recursos de cada estado e, nos casos em que não alcance o valor mínimo previsto nacionalmente, complementado pela União.

Em 1999, o MPF em São Paulo propôs ação contra a União ao constatar que ela estaria repassando valores inferiores ao que seria devido. “O MPF detectou um subfinanciamento na educação, que se reflete na qualidade do serviço”, explicou o procurador-chefe.

Em 2015, a Justiça Federal sentenciou a União a repassar aos municípios lesados a diferença dos valores devidos. Para recuperar a verba à qual os municípios já teriam direito de receber, mais de 100 municípios maranhenses firmaram contrato de prestação de serviços com escritórios de advocacia, por meio de processo de inexigibilidade de licitação não identificado, que prevê como pagamento dos honorários advocatícios a quantia correspondente a 20% do montante, verba do Fundef que deveria ser destinada exclusivamente à educação.

Estima-se que, só no Maranhão, caberiam ser recuperados cerca de R$ 3 bilhões pelos municípios. Mas a Justiça já considerou ilegal essas contratações dos escritórios.

De Gilberto Leda

Entendimento do TSE pode cassar deputados do Maranhão

O entendimento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no caso de uso de candidaturas femininas fictícias nas coligações, as chamadas candidaturas “laranjas”, no Piauí, pode ter repercussão em casos parecidos no Maranhão.

Na terça-feira (17), o TSE decidiu cassar seis vereadores de Valência do Piauí pela irregularidade na formação da chapa.

Os ministros entenderam que candidatos das coligações Compromisso com Valença 1 e Compromisso com Valença 2 se utilizaram de candidatas “laranjas” em 2016 e por isso devem perder os mandatos, além de ter os diplomadas cassados.

Neste julgamento, o TSE analisou esse caso específico, mas os ministros destacaram que a decisão cria um precedente que pode ser aplicado a outros processos e também nas eleições de 2020.

No Maranhão, o procurador regional eleitoral, Pedro Henrique Castelo Branco, pediu na Justiça Eleitoral a cassação de todos os candidatos a deputado do PSL que disputaram as eleições de 2018 no estado. Entre os alvos do pedido está o deputado Pará Figueiredo.

Segundo o MPE, o presidente estadual do partido, vereador Chico Carvalho, fraudou a composição da lista de candidatos às eleições proporcionais para o cargo de deputado estadual. Ele nega.

Já o procurador regional eleitoral substituto Juraci Guimarães Júnior instaurou procedimento extrajudicial e inquérito policial para apurar eventuais irregularidades na prestação de contas da candidata a deputada estadual Marisa Regina Duarte Teixeira (Marisa Rosas). A candidata, sua contadora e representantes das empresas contratadas com a verba de campanha, doada pelo Partido Republicano Brasileiro (PRB), já foram ouvidos.

Segundo levantamento do Jornal Nacional, Rosas mandou confeccionar mais santinhos do que a quantidade da população do estado inteiro. Há suspeitas de que ela tenha sido usada como “laranja” para desviar recursos do fundo eleitoral.

De Gilberto Leda

Presidente da FAMEM recebe título de Cidadão Imperatrizense

O prefeito de Igarapé Grande, Erlanio Xavier (PDT), presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), será condecorado com o título de cidadão imperatrizense, uma proposição do vereador Alberto Sousa aprovada por unanimidade na sessão ordinária desta terça-feira (17) da Câmara Municipal de Imperatriz.

Pernambucano de Bodocó, trabalhou na infância e adolescência com a venda de cereais (arroz, farinha, feijão) para ajudar no sustento da família. Chegou a fazer entregas em caminhão no Mercadinho, principal centro atacadista e varejista de alimentos de Imperatriz.

Em 1995, fixou residência no Maranhão, escolhendo a cidade de Grajaú, onde instalou uma padaria. Em 1997, mudou-se para São Luís e posteriormente para Igarapé Grande, tornando-se agropecuarista.

Em 2000, conheceu o ex-deputado Clodomir Paz, esposo da ex-deputada Graça Paz, seguindo o grupo político do falecido governador Jackson Lago.

Foi secretário de Agricultura, assessor especial da Prefeitura de São Luís, vice-prefeito de Igarapé Grande e depois prefeito, eleito em 2016.

Filho de Arlindo Moura Xavier e de dona Ana Lúcia Furtado Luna Xavier. É casado atualmente com Shirlene Falcão Brito, com quem tem uma filha, Lara.  Tem outros dois filhos, Mateus e Isabella.

Do Direto da Aldeia

 

Flavio Dino inaugura Centro de Hemodiálise São Luís, aumentando em mais de 1000% capacidade de diálise no Estado

O governador Flávio Dino inaugurou, nesta terça-feira (17), o Centro de Hemodiálise São Luís, no Monte Castelo. A unidade acrescenta à gestão estadual 40 poltronas de diálise e tem uma capacidade instalada de atendimento de 240 pacientes. Com a inauguração, o número de poltronas do tipo passará a 226, um aumento de 804% em relação a 2014, quando apenas o Hospital Dr. Carlos Macieira fazia o serviço, com 25 poltronas.

“Este serviço vem em complemento a todos os pontos de ampliação de atendimento relativos à hemodiálise. Se soma a tantos outros que já inauguramos. Em verdade, aumentamos em mais de 800% o número de cadeiras. Faz com que tenhamos uma capacidade de atendimento em mais de 1.000% superior à que tínhamos no início do governo”, afirmou Flávio Dino.

Segundo o governador, a entrega do centro ocorre em um momento em que há uma profunda diminuição dos investimentos nacionais na área da saúde. “É um esforço permanente, planejado e organizado, resultando nesses indicadores expressivos de qualidade nesse item, que é tão importante para que possamos ampliar as políticas públicas de saúde. Estamos mostrando que nós temos firmeza no rumo de garantir serviços públicos de qualidade para todos”, complementou.

Com a entrega desta terça-feira, a fila por pacientes renais crônicos em São Luís será zerada, uma vez que, atualmente, 90 pacientes aguardam tratamento, de acordo com a Central de Regulação de Diálise do Estado.

“Hoje, vamos celebrar: nenhum paciente vai precisar esperar na fila com o Centro de Hemodiálise São Luís! Esses pacientes vão ser atendidos aqui, um local adequado, moderno e funcional. É um salto muito grande no tratamento de pacientes renais crônicos no Maranhão nos últimos quatro anos. Digo que quem salva uma vida, salva o mundo todo e é essa sensação que temos. Agora, deixamos de falar de morte para falar de vida, vamos dar condições de vida, de dignidade”, destacou o secretário de Estado de Saúde, Carlos Lula.

A solenidade contou com a presença dos deputados estaduais Neto Evangelista, Rafael Leitoa, professor Marco Aurélio, Fábio Macedo, Helena Duailibe, Antônio Pereira, Fernando Pessoa, Yglésio Moyses, Zito Rolim, Duarte Júnior e Cleide Coutinho; dos secretários estaduais Clayton Noleto (Infraestrutura), Rodrigo Lago (Comunicação e Articulação Política), Ana Mendonça (Mulher), Rubens Júnior (Cidades); do secretário municipal de São Luís, Lula Fylho, representando o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

“É um avanço grande para o Maranhão, porque o Brasil tem andado diferente da forma como o Maranhão tem feito, somos o estado do Nordeste que mais investe em percentual dentro da receita corrente líquida. É importante a Assembleia Legislativa testemunhar aquilo que a gente aprova no orçamento sendo executado pelo Governo do Maranhão”, comentou o deputado estadual Neto Evangelista, na ocasião representando o presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto.

Crescimento

Além do Centro de Hemodiálise São Luís (40 poltronas), atualmente, estão sob gestão estadual os serviços no Hospital Dr. Carlos Macieira (27); e hospitais de Bacabal (51), Caxias (59), Açailândia (28), Chapadinha (8), Pinheiro (9), Vila Luizão/São Luís (4). Além destes, uma pactuação do Governo do Estado com o município de Floriano (PI) garante atendimento, no momento, para 93 pacientes, que residem na fronteira dos dois estados.Em 2014, estavam sob gestão estadual 25 poltronas de diálise no Hospital Dr. Carlos Macieira (São Luís). Em 2019, com a inauguração do Centro de Hemodiálise São Luís, esse número passará a 226 poltronas, um aumento de 201 poltronas ou 804%.

O aposentado Cosme Damião de Sousa, 69 anos, sabe como é dura a vida de quem depende de uma máquina para viver. Há dois anos dependente da hemodiálise, depois dos rins falharem em decorrência da diabetes e do uso excessivo de antibióticos, ele estava sendo assistido, primeiramente, no Hospital Dr. Adelson de Souza Lopes, na Vila Luizão, e depois no Hospital Dr. Carlos Macieira, onde precisou ser internado por problemas cardíacos.

“A hemodiálise é muito importante. Se não estivesse fazendo já tinha feito a viagem. O rim não está filtrando o sangue. A hemodiálise é vida para mim, se não fosse isso aqui eu não estaria aqui conversando”, disse.

Feliz com a nova estrutura, o paciente vai economizar tempo e ganhar qualidade de vida com o atendimento mais próximo de casa. “Aqui é bem melhor, porque pego um transporte e desço na avenida. Lá, eu ia para [o Terminal de] Integração para pegar outro. Aqui é mais rápido. O espaço está uma maravilha. Deus tocou no coração deles [gestores] de cuidar do pessoal que precisa. Quem tem condição paga particular, mas o Governo está segurando a bronca de muita gente. O governo acertou em cheio”, salientou.

A capacidade instalada de atendimento da gestão estadual foi ampliada nos últimos cinco anos, passando de 100 pacientes em 2014 para 1.356, agora em 2019, um aumento de 1.256%. A quantidade de pacientes efetivamente em atendimento também foi ampliada de 100 pacientes naquele ano, para 1.142 pacientes.

Estrutura

O Centro de Hemodiálise São Luís conta com consultórios, salas de estabilização, sala para implante de cateter, sala para atendimentos de pacientes de hepatite e soropositivos, sala de nutrição para pacientes e acompanhantes, sala de esterilização de materiais e farmácia. Os pacientes serão acompanhados por médicos e receberão atendimento multiprofissional.

“A assistência engloba várias especialidades, não gira somente em torno do médico. Temos um nefrologista, mas também temos toda uma equipe multi para dar assistência, que vai desde psicólogos, nutricionistas, assistência farmacêutica, porque o paciente precisa de ampla gama de cuidados médicos e não-médicos”, ressaltou o presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Rodrigo Lopes.

Instalado na Rua Castro Alves, no Monte Castelo, atrás do Hospital Nina Rodrigues, o Centro de Hemodiálise São Luís funcionará em três turnos – matutino, vespertino e noturno, de segunda a sábado. Os atendimentos serão regulados pela Central Única de Regulação de Diálise do Estado. A unidade será gerenciada pela Emserh.

Substitutivo de Weverton que muda regras eleitorais é aprovado no Plenário do Senado

O substitutivo do senador Weverton (PDT-MA) ao PL 5.029/2019, que trata de mudanças nas regras eleitorais, foi aprovado no Plenário do Senado Federal.

Após acordo pela rejeição de todo o projeto e manutenção apenas do item que trata do fundo eleitoral para as eleições do próximo ano, o relatório foi votado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa e depois seguiu para votação em Plenário.

“Para não prejudicarmos as eleições do ano que vem, os senadores decidiram rejeitar tudo, mantendo apenas o fundo eleitoral. O Senado é uma casa revisora e não pode apenas chancelar aquilo que vem da Câmara”, disse o parlamentar.

O texto modifica pontos importantes aprovados pelos deputados e ajusta a redação da legislação eleitoral no ponto que trata do Fundo Especial de Financiamento de Campanhas, o chamado fundo eleitoral, criado em 2017, com recursos de emendas parlamentares de bancadas estaduais. A verba ainda não está definida, mas os senadores querem que o montante seja igual ao disponibilizado para as eleições de 2018. No entanto, o valor ainda terá de ser incluído na Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2020.

“É importante garantir os recursos para as eleições no próximo ano. Há uma declaração pública dos líderes de que irão votar o valor absoluto da eleição do ano passado. R$ 1,7 bilhão é o que será votado na Comissão Mista de Orçamento (CMO) neste ano”, afirmou Weverton.

A aprovação do relatório foi resultado do esforço de Weverton em construir um texto que respeitasse os interesses da sociedade.

“Nossa proposta foi apresentar um substitutivo que atendesse aquilo que a população estava esperando. O processo eleitoral precisa ser transparente. O Senado é uma Casa que representa o povo brasileiro e temos que dar o exemplo. Foi importante construir este acordo, conversar com os líderes, chegar a um entendimento. Quem ganha com isso é o nosso país”, explicou.

A presidente da CCJ, senadora Simone Tebet (MDB), elogiou a postura e o relatório do senador.

“Quero parabenizar o senador Weverton porque, de forma brilhante, ele achou uma saída para dificultar a alteração do que nós estamos votando aqui. Ao invés de rejeitar individualmente emenda por emenda, ele fez um substitutivo de forma aglutinativa e rejeitou todas as emendas”, ressaltou a senadora.

Para o senador, a aprovação da proposta é resultado do esforço conjunto dos senadores.

“Todos se esforçaram para chegarmos a um consenso. Passada esta etapa, vamos voltar a discutir o tema, mas, com calma, sem a necessidade de correr para aprovar propostas a tempo de valerem para as eleições no próximo ano”, enfatizou o senador.

O texto aprovado volta agora para nova votação na Câmara dos Deputados.

Maranhão alcança marca de mais de 7 milhões de habitantes, aponta estimativa do IBGE

Mais de 7 milhões de habitantes no Maranhão. É o que aponta a nova estimativa populacional do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que registrou um total de 7.075.181 habitantes no Maranhão em 2019, assinalando um crescimento de 0,57% em relação a 2018.

De acordo com análise do Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc), o Maranhão ocupa, atualmente, a 11ª posição no ranking das unidades da federação – ou seja, representa 3,37% da população brasileira. Já na Região Nordeste, o Estado tem a 4ª maior população, concentrando 12,4% da população nordestina.

“Com relação às informações da população residente nas capitais, São Luís apresentou um total de 1.101.884 habitantes em 2019, assinalando um crescimento de 0,66% em relação a 2018”, aponta Dionatan Carvalho, presidente do Imesc.

Atualmente, a capital maranhense ocupa a 13ª posição no ranking das capitais do país, estando abaixo de Porto Alegre (1.483.771) e acima de Maceió (1.018.948) – entre todos os municípios do Brasil, São Luís figura em 15º lugar. Na região Nordeste, tem a 4ª maior população, ficando abaixo de Recife (1.645.727) e acima de Maceió (1.018.948).

Outro ponto de destaque é que, considerando o período de 2001 a 2019, o Maranhão apresentou crescimento maior que o Brasil. O Estado registrou taxa de crescimento de 1,33% ao ano, enquanto no Brasil a taxa foi de 1,25% ao ano. Embora a população esteja aumentando, tanto no Maranhão quanto no Brasil o ritmo de crescimento tem diminuído ao longo dos anos.

Outros municípios maranhenses

Segundo os dados da mesma pesquisa, referentes aos municípios maranhenses com maiores e menores populações residente em 2019, além da já citada São Luís, destacam-se as maiores populações registradas nas cidades de Imperatriz, com 258.682 mil habitantes, São José de Ribamar com 177.687 mil habitantes e Timon, com 169.107 mil habitantes.

Em contrapartida, a partir da mesma pesquisa, municípios como Nova Iorque, São Pedro dos Crentes, São Félix de Balsas e Junco do Maranhão figuram entre os municípios com menor número de habitantes, com menos de 5 mil habitantes cada – apenas os dois últimos citados contaram com uma taxa de crescimento em negativo.

O município de Matões do Norte foi o que apontou a maior taxa de crescimento, com 1,8% – a estimativa para 2019 é de 16.745 mil habitantes.

Deputado Adelmo Soares destaca perfil atuante do presidente do Legislativo Othelino Neto

Tendo em vista um cenário político brasileiro em que a base do Governo Federal passa por conturbações constantes, tem-se uma realidade onde os políticos de oposição à presente liderança governamental emergem cada vez mais, unindo forças e revigorando as articulações políticas para se fortalecerem nos próximos anos. Dentro do parlamento da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) a situação encontra-se semelhante com a liderança do presidente e deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), que deixa sua marca na execução dos trabalhos legislativos do parlamento maranhense.

O deputado, filiado ao Partido Comunista do Brasil, possui uma forte ligação com a base do Governo Estadual do Maranhão através da relação próxima com secretários de Estado, como próprio Governador Flávio Dino, prefeitos de todo o estado e com muitas outras figuras políticas Nordeste afora. Fato que se deve à sua atual gestão na Alema e a muitos outros títulos de relevância que vem recebendo no decorrer de sua carreira política.

O parlamentar tem participado de diversas pautas, tanto a nível estadual quanto nacional, nos últimos meses. Sendo uma das mais recentes em Brasília, onde, acompanhado do deputado estadual Adelmo Soares (PCdoB), participou da reunião ocorrida do Senado Federal, realizada na Comissão de Constituição e Justiça (CC), que teve como pauta a Reforma da Previdência para estados e municípios. No evento, Othelino Neto e os presidentes das Assembleias Legislativas dos outros estados do Nordeste acompanharam a discussão sobre a PEC 6/2019, deixando claro seu posicionamento perante as lideranças presentes nos debates: “Nós, representantes do Nordeste, fizemos algumas ressalvas e não assinamos o ofício em apoio à PEC paralela, pois entendemos que esse é um tema muito sensível e mantemos nossas ponderações sobre alguns pontos que consideramos prejudiciais para a população mais necessitada do Brasil e, em particular, do Nordeste”, enfatizou Othelino Neto, também presidente do Colegiado do ParlaNordeste.

O deputado Adelmo Soares enaltece o bom convívio com o deputado Othelino Neto, demonstrando sua visão sobre a força política de Othelino Neto: “É, com certeza, uma pessoa ímpar no nosso parlamento maranhense. Um político de garra que faz um ótimo trabalho como presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, e que fará ainda mais representando não só o nosso estado, mas toda a região Nordeste. Tenho a certeza de que Othelino tem um futuro promissor pela frente, e que trará benefícios concretos para a nossa população”, afirmou Adelmo Soares.

O presidente da Alema também participou de um evento de grande benefício ao povo maranhense na última sexta-feira (13). No município de Balsas, o deputado Othelino Neto lançou uma nova plataforma de relacionamento com a população, um novo programa chamado “Assembleia em Ação”.

O parlamentar apresentou a primeira edição da plataforma que promete que os cidadãos maranhenses e, sobretudo os Poderes Legislativos municipais poderão se cadastrar e enviar perguntas ou dúvidas sobre qualquer assunto referente aos trabalhos e competências da Alema e do processo legislativo de forma geral, servindo, também, como um canal para auxiliar e esclarecer dúvidas dos legisladores municipais.

“A primeira edição do ‘Assembleia em Ação’ foi muito produtiva. Nós tivemos a oportunidade de interagir com vereadores, prefeitos, líderes políticos, cidadãos comuns e profissionais para trocar informações. Saímos com a convicção de que criar ao programa ‘Assembleia em Ação’ foi uma decisão acertada. Agora é trabalhar para que possamos seguir com mais edições, aproximando ainda mais a Assembleia Legislativa do povo maranhense”, afirmou o parlamentar.

O deputado Othelino Neto tem sido uma peça de grande visibilidade no meio político maranhense e nordestino, tendo em vista o posicionamento e a força política que tem desenvolvido ao longo do tempo. O parlamentar, que tem o respeito da bancada estadual do Maranhão pela forma como guia
os trabalhos na Alema, também tem deixado sua marca nos âmbitos políticos regionais, tornando-se, assim, um dos principais nomes com grande potencial de crescimento político no estado do Maranhão.

Deputados destacam o sucesso do “Assembleia em Ação” no município de Balsas

O presidente da Assembleia Legislativa, Othelino Neto ( PCdoB), e os deputados Wellington do Curso (PSDB), Glalbert Cutrim (PDT) e Marco Aurélio (PCdoB) destacaram, na sessão plenária desta segunda-feira (16), a realização da primeira edição do “Assembleia em Ação”, no município de Balsas.

O assunto foi abordado, inicialmente, por Wellington do Curso. “Parabéns ao presidente desta Casa, deputado Othelino Neto, por oportunizar a ida dos deputados a Balsas. Tivemos um quórum, inclusive, bem abrangente, com 11 deputados participando do ‘Assembleia em Ação’. Houve também ampla participação dos prefeitos e vereadores da região, inclusive ressaltados pelo próprio prefeito, Dr. Eric; pelos vereadores e pelo presidente da CâmaraMunicipal de Balsas, vereador Moisés, sobre a importância dessa aproximação do Poder Legislativo com a comunidade, com a sociedade, com a população e com as Câmaras Municipais”, disse Wellington.

Em outro trecho, Wellington disse que o presidente Othelino Neto conduziu os trabalhos de forma democrática. “Quero fazer uma referência elogiosa ao nosso presidente Othelino Neto, que tão bem conduziu os trabalhos e, de forma democrática, nos propiciou a oportunidade de estarmos lá, como se na Tribuna da Assembleia, para que pudéssemos fazer, não somente as nossas considerações, mas também a nossa defesa da pauta da Região Sul do estado, da pauta de Balsas, e que venham outras”, afirmou

Wellington anunciou que já fez requerimento solicitando a inclusão de Timon, Caxias, Codó, Santa Inês, Bacabal e Chapadinha no “Assembleia em Ação”. E que a Assembleia Legislativa possa estar presente nos oito ou 10 maiores municípios do Estado. “Com certeza, isso engrandece o Parlamento, os nossos mandatos e quem ganha é o povo maranhense”.

Agradecimentos

Em aparte, o presidente Othelino Neto agradeceu a deferência feita pelo colega. “Primeiro, quero agradecer ao deputado Wellington, por fazer referência a este programa que nós criamos, o“Assembleia em Ação”, e, também, agradecer por sua presença. O deputado Wellington foi com seu entusiasmo de sempre e participou de todos os momentos. Realmente, foi muito bom! Superou inclusive as minhas expectativas, pois nós percebemos o quanto a classe política local de Balsas e do entorno, e outras pessoas, profissionais liberais, cidadãos e cidadãs comuns gostaram de ver a Assembleia na região, que é o extremo oposto em termos de localização geográfica aqui de São Luís. Vi que eles ficaram muito felizes. Até hoje, nas postagens que fiz nas minhas redes sociais, vejo ainda comentários de pessoas que ficaram felizes, que se sentiram contempladas com as nossas presenças lá”.

De acordo com o presidente da Casa, a próxima edição será no município de Timon. Ele disse que levará o programa às maiores cidades do Maranhão, representando cada cidade-pólo e as cidades do entorno. “Depois das maiores cidades do Maranhão, seguiremos para as cidades de médio porte, até que consigamos chegar à maior parte possível de municípios do Maranhão”, assegurou.

Em seguida, foi a vez do deputado Glalbert Cutrim destacar o sucesso do evento e a participação do colega Wellington. “Quero parabenizar o presidente Othelino Neto por essa belíssima iniciativa, aproximando a Assembleia cada vez mais da população. Deu-nos a oportunidade de conhecer uma região que para uma grande maioria é desconhecida,. Balsas é uma das cidades mais ricas do nosso estado e as pessoas ficaram empolgadas com a nossa presença lá”.

O deputado Marco Aurélio fez um registro na mesma linha. “Faço questão de destacar algo muito importante: a liderança do presidente Othelino Neto, que traz uma dinâmica à Assembleia Legislativa, que quebra um paradigma e traz uma Assembleia com o diálogo muito próximo mesmo e, ao mesmo tempo, muito acolhedor. A liderança desenvolvida pelo presidente Othelino é algo que traz uma projeção muito grande a sua pessoa enquanto líder. E a gentefica muito feliz que a Assembleia esteja engajada nesse momento em que se faz presente em todas as regiões do estado. E quero parabenizar todos que participaram, bem como todos os servidores da Assembleia. Porque um movimento daqueles não é só os deputados que fazem. Toda a Casa se mobilizou, planejou, preparou e conseguiu fazer um diferencial no ‘Assembleia em Ação’”.

Oito pescadores naufragos são resgatados no litoral maranhense

Uma embarcação cearense de Camocim, Litoral Oeste do Estado, com oito pescadores naufragou neste domingo (15), a cerca de 92 km (50 milhas marítimas) do litoral do Maranhão. Segundo a Capitania dos Portos do Maranhão, que dá apoio aos pescadores, eles deixaram Camocim no último dia 5 de setembro e o barco acabou naufragando.

Os pescadores relataram para a Capitania dos Portos do Maranhão que, na sexta-feira (13), por volta de 7h30, o mastro da embarcação rompeu, arrebentou as tábuas e afundou o barco. Os pescadores tentaram aliviar o peso para a embarcação ao menos flutuar e jogaram fora sacos de areia, ferro e cortaram o mastro. Todos colocaram coletes e sinalizaram usando fogos de artifício. Três embarcações passaram por eles, mas não foram avistados.

Resgatados por navio mercante

Os pescadores foram resgatados no domingo por um navio mercante que passou próximo aos pescadores e os avistaram. Ainda de acordo com a Capitania dos Portos do Maranhão, os pescadores foram encontrados na Região de Travosa.

Os pescadores foram encaminhados para um hospital de São Luís onde passaram por exames médicos. O estado dos oito pescadores é considerado bom, segundo equipe médica.

Na manhã desta segunda-feira (16), os pescadores foram ouvidos pela Capitania dos Portos do Maranhão. O proprietário do barco, que está em Camocim, já providencia o translado dos pescadores para casa.

Do G1 Maranhão