Governador em exercício entrega cem cisternas para garantir água a alunos e agricultores do Maranhão

O governador em exercício Carlos Brandão entregou cem cisternas nesta segunda-feira (08) nas cidades de Cachoeira Grande e Santa Rita. São equipamentos para abastecer escolas e ajudar os agricultores a produzir durante o ano todo, mesmo na época de estiagem.

Juntas, as cem cisternas têm capacidade para armazenar 2,8 milhões de litros de água. Desde 2015, o Governo do Maranhão já entregou mais de 600 cisternas em diversas regiões do Maranhão.

Em Cachoeira Grande, nesta segunda-feira, foram 90 cisternas de 25 mil litros para que os agricultores familiares consigam trabalhar de forma mais eficiente.

“É uma água de qualidade, que dá oportunidade para a população criar alguma atividade produtiva”, disse Carlos Brandão. “Essa água que antigamente batia e desaparecia no chão agora vai para uma cisterna”, acrescentou.

O agricultor Jadson dos Santos disse que “a gente estava esperando isso, e o governador [em exercício] deixou esse presente para o nosso povoado e para os povoados vizinhos. A gente espera que daqui para frente a gente possa continuar com esse projeto para melhorar a vida da gente”.

Água na escola

Já em Santa Rita, foram dez cisternas de 52 mil litros para escolas de dez povoados.

Uma das escolas beneficiadas foi a Escola Municipal José Faustino da Costa. “Vai contribuir muito na questão da limpeza da escola e na manutenção dos recursos”, diz a gestora Gisele Vieira.

Para o prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo, “estamos plantando uma semente importante aqui, mostrando que é possível fazer com recursos próprios algumas coisas e, quando faz parceria com o governo, a coisa anda mais rápido”.

“Nós entendemos que é um momento de parceria. As prefeituras estão com muitas dificuldades e a gente sabe que não podem fazer tudo”, disse Carlos Brandão.

O secretário de Estado da Agricultura Familiar, Adelmo Soares, afirmou que o Governo do Maranhão vem ajudando os municípios “com desenvolvimento e progresso por meio de ações concretas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *