Rodoviários decidem parar para pedir mais segurança ao governo do Estado

Do Blog do john Cutrim

20131010024037801451aMotoristas, cobradores e fiscais do transporte coletivo de São Luís decidiram em assembleia paralisar as atividades a partir desta sexta-feira, 28, às 17h, para reivindicar mais segurança ao governo do Estado.
Os indicadores do sistema de segurança estadual são alarmantes em relação ao crescimento do número de assaltos a ônibus, nos últimos meses.
Antes, acostumados a parar o transporte coletivo para pedir melhorias salariais, os rodoviários mudaram o foco e as últimas manifestações realizadas na cidade são conseqüência da insegurança para trabalhar, que culminou com ataques a ônibus no final do ano passado e início deste ano, quando vários coletivos foram incendiados.          
Nos plantões da Polícia Civil da capital é registrado grande número de ocorrências diariamente. Mais um recorde a envergonhar os maranhenses.
Com a paralisação de parte da Polícia Militar esta semana aumenta o temor dos rodoviários, que não tiveram outra alternativa a não ser parar suas atividades por tempo indeterminado.
São profissionais que, pela função que exercem, deveriam ter mais atenção por parte dos órgãos de segurança pública do Estado. Não basta apenas colocar novos policiais nas ruas. É preciso distribui-los de forma coerente, espalhando-os pelos pontos mais vulneráveis de São Luís.Greve-dos-rodoviários-em-São-Luís-e1374147181394
Infelizmente, a única forma de reivindicação, por parte de determinadas categorias, tem sido a paralisação, que, neste caso, prejudicará mais de 500 mil usuários do transporte público da cidade.
A cobrança dos rodoviários é justa e merece uma resposta rápida e efetiva do governo do Estado. A onda de violência não pode transformar São Luís numa cidade sitiada.

Vereador Jeova renuncia ao cargo de vice-líder da oposição

O vereador Jeová
Soares renunciou hoje durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores do
cargo que ocupava de vice-líder da bancada de oposição.
Segundo o próprio
Jeová o grupo dele sabe o motivo do porque do desligamento. Jeová ainda disse
ao Tuntum News que só não é mais vice-líder porem continua na oposição (não sei
até quando ele vai ficar na oposição).

Até o final
da seção a bancada de oposição não definido o novo vice-líder, mas tudo indica
que será o vereador Idaspe irmão da ex-candidata de oposição ao atual governo
municipal.

O Estado do Maranhão terá que se retratar por mentira contra Dino

Do Blog do John Cutrim

decisão
O juiz Clésio Coelho Cunha, que responde pela 4ª Vara Cível da capital, concedeu liminar garantindo direito de resposta a Flávio Dino sobre a acusação mentirosa, publicada em um jornal de propriedade da família do senador José Sarney, de que o comunista teria se hospedado em um hotel da cidade de Teresina com diárias pagas pela Embratur, órgão do qual Dino foi presidente. Em razão da notícia infundada e sem provas proferida contra Flávio, o jornal O Estado do Maranhão terá que se retratar na edição desta sexta-feira, dia 28 março.
Na decisão, o juiz baseia-se em declaração da Embratur que atesta que não houve autorização do referido órgão para pagamento de diárias e passagens com ou sem ônus para a hospedagem de Flávio na capital do Piauí. “A resposta não foi publicada na íntegra no jornal requerido, que a ela apenas se reportou em outra nota, onde novamente foi colocada em dúvida a conduta do requerente. (…) Nesse sentido, entendo ser plausível o direito alegado pelo autor”, diz o juiz, ao frisar que a notícia, pelo teor da gravidade, “merecia apuração mais criteriosa”.
O Direito de Resposta terá que ser publicado, na íntegra, no prazo de 24 h (vinte e quatro horas), a contar da notificação, na mesma página, espaço e tamanho em que foi publicada a ofensa e com igual destaque. Em caso de descumprimento, a multa diária é de R$ 50 mil reais.

Preso em Tuntum suspeito de praticar varios assaltos na região.

Foi preso hoje,
27, pela manhã na Vila Bento, o o foragido da justiça Miqueias Oliveira da Silva
de 24 anos.
A prisão foi
realizada em conjunto entre a Polícia Civil e Polícia Militar. A Policia Civil sobre o comando
do delegado Iderlan Pereira e a PM sobre o comando do sargento Welde.
Segundo
informações do sargento Welde o individuo já teria fugido em duas tentativas de
prisões realizadas anteriormente, só que desta vez com ajuda de  um popular que
denunciou com detalhe a rua e a casa em que Miqueias estava se escondendo, a
prisão pode ser realizada com sucesso.
Miqueis era
foragido da delegacia de Presidente Dutra, e só em Dom Pedro ele responde por seis
crimes de assalto a mão armada. Desta vez a prisão foi decretada pelo juiz da comarca de Tuntum, sobre suspeita do mesmo participar de um
roubo  de uma moto no povoado Cigana.
Fotos do Blog do Lobão.

E agora Roseana? Policiais Militares entram em greve no Maranhão

Do blog do John Cutrim

1939686_437798696363495_928324292_nPoliciais Militares decidiram, em assembleia geral realizada na noite desta quarta-feira (26) na Fetiema, paralisar as suas atividades. Os militares estão aquartelados no estacionamento da Câmara Municipal de São Luís, no Centro.
No interior, policiais de Imperatriz, Timon, Caxias, Bacabal, Matões, Parnarama também aderiram ao movimento e já paralisaram. Existe a possibilidade da retirada de policiais militares do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
Os militares reclamam do reajuste de apenas 7% concedido, em ano eleitoral, pela governadora Roseana Sarney à categoria. Segundo os policiais, não se trata de aumento, mas de reposição salarial, pois refere-se a perdas salarias e não a aumento real de vencimentos.
Entre outras reivindicações, a anistia do Cabo Campos e Soldado Alexandre Leite, 5,6% que o governo deu para novembro que seja para abril e 8% em novembro.
Com menor efetivo de policial do país, os policiais militares maranhenses pedem implantação de reajuste de 18% (mesmo percentual que foi concedido a servidores de outras categorias) e das perdas salariais, além de mudanças nos critérios de escalonamento, promoção e jornada de trabalho, adicional por periculosidade, substituição dos coletes balísticos e das munições que estão sendo usados com prazo de validade vencido. Falta armamento e até fardas para os policiais.
Segundo os PMs, “sempre que se concede um reajuste a servidores públicos, a categoria fica de fora, e o reajuste anunciado recentemente, de 7%, não é um aumento real, pois é referente ao acordo firmado em 2011”.
Há muito tempo existe uma revolta generalizada dos policiais militares e bombeiros maranhenses. A governadora Roseana maltrata e humilha os militares estaduais e nunca tratou a corporação com respeito. Ao longo de quatro mandatos, a filha do senador José Sarney nunca valorizou/incentivou os policiais militares  e bombeiros e muito menos investiu como deveria na tropa.
Foi no governo de Roseana Sarney, em 2011, que, pela primeira vez, a Polícia Militar entrou em greve. Agora, a desprestigiada briosa para novamente.
Reconhecemos que os bravos policiais militares, mesmo com todas as dificuldades, cumprem com mérito suas obrigações em defesa do cidadão maranhense, independente do governo. Por outro lado, eles jamais aceitarão o tempo todo serem esquecidos, vilipendiados e maltratados por Roseana e seus aliados. Todo nosso apoio aos policiais militares e bombeiros do Maranhão. A causa é justa, desde que a população não seja penalizada.

Luís Fernando chantageia Roseana que chantageia Arnaldo Melo

Do Blog Marrapá

1958276 429526870527312 2081875586 n1 450x337 Luís Fernando chantageia Roseana que chantageia Arnaldo MeloO desespero e a desorientação se instalaram definitivamente no Palácio dos Leões. Quanto mais se aproxima o dia inadiável das decisões, 5 de abril, mais conflitos vão se formando, de modo cada vez mais profundo e irreversível.
A base da crise é a rejeição ao governo Roseana e os baixos índices de Luís Fernando nas pesquisas. Em sucessivos levantamentos palacianos, o candidato da dupla Roseana e Jorge Murad permanece empacado em 15%, apesar de estar há 3 anos cruzando os céus do Maranhão em aviões e helicópteros pagos com dinheiro público.
Como última tentativa de se salvar, Luís Fernando exige ser eleito governador no “tapetão”, na eleição indireta. E também exige que Roseana seja candidata ao Senado. Luís Fernando tem dito que não vai para o sacrifício sozinho, que já reuniu um bom patrimônio para viver bem até o fim da vida e que não quer Edinho Lobão ou Gastão Vieira como parceiros na chapa, pois considera os dois muito fracos.
Chantageada por Luís Fernando, Roseana reforça a intimidação e a pressão sobre Arnaldo Melo. Este, por sua vez, não vê sentido em abrir mão de sua única chance de ser governador, nem que seja por alguns meses. Para tentar arrumar a bagunça, o Palácio dos Leões já gastou muita munição, com consultores e com a própria intervenção do senador Sarney, que nada conseguiu de positivo.
O exemplo é a vinda do renomado Antonio Lavareda tão alardeada pelos blogs palacianos. Resta a última cartada para tentar disputar a eleição: trocar Luís Fernando como candidato ao governo. Nos bastidores corre intensamente as especulações: trocar por qual nome? Esperar para ver onde vai dar essa confusão.

Um relatório da Controladoria-Geral da União aponta desvio de verba na Fundação José Sarney que terá de devolver R$ 1,2 milhão

Revista Época 24 de março de 2014

Assinatura do patrocínio cultural


A Fundação José Sarney ficou conhecida nacionalmente em 2009, quando surgiram indícios de desvios de verba. Por meio da lei de incentivo à cultura, a Petrobras repassara R$ 1,3 milhão para a fundação investir na preservação do acervo de livros, documentos e obras de arte. A Lei Rouanet permite que uma empresa deixe de recolher impostos para patrocinar eventos culturais. Por cinco anos, o Ministério da Cultura – a quem cabe fiscalizar o uso dos recursos -conduziu uma auditoria que ameaçava não ter fim. Em maio de 2013, o ministério finalmente enviou a papelada para uma análise da Controladoria-Geral da União (CGU).

A conclusão da CGU – órgão encarregado de fiscalizar a gestão de recursos federais – saiu no mesmo mês, mas permanecia inédita. ÉPOCA obteve o relatório com exclusividade. Ele aponta o sumiço de R$ 522 mil, ou 38,7% do patrocínio da Petrobras. Com juros e correção monetária, a fundação teria de devolver R$ 1,12 milhão ao Erário, segundo cálculos da CGU. O relatório traz uma série de irregularidades: uso de notas fiscais fraudadas ou com prazo de validade vencido, sobrepreço, pagamentos por serviços nunca prestados, falta de comprovação de gastos e despesas que nada tinham a ver com a preservação do acervo. Todos os documentos reunidos formam um calhamaço de quase 1.000 páginas que chegou em janeiro à mesa do procurador Marinus Marsico, do Tribunal de Contas da União (TCU). Após parecer do procurador, o caso seguirá para julgamento no TCU, a quem cabe a palavra final sobre os desvios.

Afundada na denúncia de desvio de dinheiro, a fundação fechou as portas em 2009 e entrou em liquidação. Ela fora criada pelo senador José Sarney (PMDB-AP) em meados de 1990. Sarney acabara de deixar a Presidência da República e queria reunir num mesmo espaço os milhares de documentos de seu governo, os presentes que ganhara no cargo, além de uma coleção que incluía 3.200 obras de arte e 37 mil livros. O material ficou acomodado no antigo Convento das Mercês, um edifício do século XVII tombado no centro histórico de São Luís. A auditoria do Ministério da Cultura atribui à fundação e a dois ex-diretores a responsabilidade pelas irregularidades. Sarney não aparece entre os responsáveis. Por meio de sua assessoria, ele disse que não exercia qualquer função administrativa na fundação. Afirmou ainda que ela comprovou o cumprimento das contrapartidas exigidas pela Petrobras.

O acervo de Sarney continuou guardado no convento para, novamente, ser socorrido com dinheiro público. Em outubro de 2011, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), assinou uma lei que, na prática, estatizou o patrimônio. Roseana instituiu a Fundação da Memória Republicana Brasileira, vinculada à Secretaria Estadual de Educação e sediada no mesmo edifício histórico. Sarney foi nomeado seu patrono vitalício. Alguns meses depois, ele doou formalmente livros, documentos e obras de arte para compor o acervo da nova fundação. Ao custo anual de R$ 3,2 milhões, o governo do Estado do Maranhão assumiu a responsabilidade de zelar, conservar e ainda expor ao público todo o material. Agora, a fundação não depende mais de patrocínio privado. Mas talvez ainda tenha de devolver dinheiro.

Líderes de 8 partidos destacam importância política do PCdoB

 

 Os 92 anos de fundação do PCdoB, o partido mais antigo em atividade no país, reuniu representantes de várias legendas que compõem as forças de oposição no Maranhão na noite de ontem (25). Representantes e filiados ao PSB, PDT, PTC, PP, SDD, PROS, PPS e PT destacaram a trajetória de lutas do partido em prol da democracia e das causas populares.


A solenidade reuniu além de militantes, filiados e simpatizantes, diversos nomes que representam as forças políticas que lutam por um Maranhão melhor, o Partido do Maranhão. A unidade da oposição e as batalhas históricas pela libertação do estado foram temas dos debates do evento.


“A simbologia desse momento reside no seguinte: o estado com piores indicadores produziu um jovem, no PCdoB, para conduzir este momento. Um juiz para tirar as algemas da escravidão que a oligarquia submeteu o Maranhão durante todos esses anos,” disse Wagner Lago (SDD), irmão do ex-governador Jackson Lago ao pré-candidato Flávio Dino.


Lideranças políticas e sociais de todo o Maranhão homenagearam a jornada histórica da legenda que culminou com o atual protagonismo do partido na luta por um Maranhão mais justo e igualitário.


Batista Matos (PPS), Hamilton Ferreira (PP), Milton Calado (PTC), Márcio Jardim (PT) e Renato Dionísio (PDT) foram alguns dos nomes que prestigiaram a trajetória histórica do partido na solenidade desta terça (25).


Defesa da Democracia no Brasil e no Maranhão


“Ao completar seus 92 anos, o PCdoB é uma legenda que se expande. Alarga sua presença nas várias esferas da luta política, social e de ideias. O PCdoB representa todos os outros partidos irmãos e lidera a ideia de unidade”, disse o pré-candidato ao senado Roberto Rocha (PSB).


A luta do partido pelo reestabelecimento da democracia no país e a intensa atuação ao lado de movimentos sociais consolidou a luta em prol das causas democráticas do socialismo e do fortalecimento do país. Por essa trajetória, Márcio Jardim (PT) destacou “é uma honra ter dedicado parte da minha vida para militar ao lado do PCdoB”.


Ao encerrar o ato político que marcou a solenidade de comemoração dos 92 anos de lutas do PCdoB, Márcio Jerry, presidente da legenda no estado, destacou a atuação do partido para o fim de um modelo político oligárquico em impera há 50 anos no Maranhão.


“Para os revolucionários a política é e será sempre uma forma de fazer poesia. Estamos conseguindo construir uma unidade que tem dimensão histórica no MA e assim renovamos o compromisso que nos une alimentando a esperança de construirmos um maranhão de igualdades e justiça social”, concluiu.

Portal Vermelho

Gil Lopes afirma que será candidato a deputado estadual

Do Blog Barra do Corda News

Gil Lopes/ Foto: Ivan Silva

O presidente da Câmara Municipal de Barra do Corda, Gil Lopes (SDD) declarou ao Barradocordanews total apoio a pré-candidatura de Flávio Dino ao governo do Maranhão. 

Ao ser questionado sobre uma possível candidatura sua para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa, o vereador do SOLIDARIEDADE afirmou que será candidato. “Sou pré-candidato a deputado estadual pelo grupo de oposição no estado que necessita muito de um novo tempo. Tenho muito a contribuir com o Maranhão e tenho certeza de que seremos vitoriosos nessa jornada”, declarou o vereador.

Gil Lopes foi eleito presidente da Câmara ano passado e de forma antecipada garantiu sua reeleição para o Biênio 2015/2016, contando com apoio integral dos vereadores para dirigir o parlamento cordino.

O pré-candidato que exerce seu quarto mandato de vereador é muito habilidoso e conhece como poucos os caminhos de uma boa articulação política.
Em 2012, ainda na pré-campanha, Gil era um dos pré-candidatos a prefeito, mas em nome da unidade, assim como outros nomes, decidiu por apoiar Eric Costa que acabou vencendo a eleição. O presidente faz parte da base de apoio ao governo municipal.

O blog recebeu informações de outras regiões do estado de que Gil Lopes já tem importantes apoios firmados para sua candidatura de deputado estadual.

A estratégia política do PSDB do Maranhão está traçada

Quem afirma é o deputado federal
Carlos Brandão, presidente da executiva estadual do partido. Nos últimos meses,
no embalo de algumas legendas, que também não revelam publicamente qual caminho
trilharão nas eleições deste ano, o partido tucano no Maranhão segue dialogando
com todos os seus membros, debatendo com as suas lideranças e, sobretudo,
atendendo à demanda da direção nacional.
Para o deputado
Brandão, as decisões do PSDB, dentro e fora do estado, atentam sempre para três
pilares: o palanque nacional, a eleição da bancada e o fortalecimento do
partido.
“Se o cenário
político em nosso estado é o de expectativa quanto aos rumos do PMDB, que
somente será oficializado a partir de abril, por que seria interessante ao
nosso partido apontar nossas estratégias?”, pondera Brandão.
O fato é que, com
a incerteza plantada pelo PMDB quanto as disputas ao Governo, ao Senado e até
mesmo na Assembleia Legislativa, a postura adotada pelo PSDB do Maranhão é a da
sensatez, o que não implica em indefinição ou que os tucanos estejam a reboque
dos demais partidos.

“Temos a confiança
das executivas nacional, estadual e municipal para fazer as tratativas no
Maranhão e assim temos feito. Recentemente, percorremos 170 cidades para
alinhar as pretensões dos nossos diretórios municipais. A estratégia política
do PSDB do Maranhão está traçada e, quando for o momento certo, anunciaremos”,
concluiu Brandão.