Millôr Fernandes morre aos 87 anos no Rio de Janeiro

O escritor, desenhista, dramaturgo e humorista Millôr Fernandes morreu na noite de terça-feira (27), no Rio de Janeiro, aos 87 anos. Ele estava em casa e foi vítima de falência de órgãos múltiplos. O corpo será velado a partir das 10h de quinta-feira (29) no cemitério Memorial do Carmo, no bairro do Caju, no Rio. Segundo a assessoria do cemitério, o corpo será cremado no Crematório da Santa Casa. Com presença marcante pelos veículos impressos mais importantes do Brasil, como O Cruzeiro, O Pasquim, Veja e Jornal do Brasil, Millôr foi considerado uma das principais figuras  da imprensa brasileira no século XX. Obteve sucesso de critica e publico em todos os gêneros em que se aventurou como em seus trabalhos de ilustração, tradução e dramaturgia, sendo varias vezes premiado. Também ficou conhecido por ser um exímio praticante do Frescobol.
Millô Fernandes foi o criador da frase usada por este blogueiro; “Se você agir com dignidade pode não consertar o mundo, mas fique certo haverá na terra um canalha a menos”.

<

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *