Feliz 2012!!!




O blog Tuntum News deseja a todos os leitores, seguidores, parceiros e ao povo de Tuntum em geral um ano novo cheio de paz, saúde, felicidade, amor e muita coragem para trabalhar.
Que neste ano de 2012 tudo se fortaleça na amizade e com muito trabalho, para que a recompensa apareça e todos sejam felizes, Que o próximo ano tenhamos mais debates, mais paciência, mais respeito, menos intolerância, menos imposições e que adversários travem um bom combate.

Feliz 2012!


Pretão recebe amigos no Mato Verde

Quem recebeu hoje vários amigos em sua residência no povoado Mato Verde foi o agricultor e lider politico Pretão do Mato Verde.
Alguns aliados políticos do Pretão foram fazer uma visita a este que vem se destacando muito, ao lado do   prefeito Chico Cunha e do Pires Leda seu grande amigo.
Estavam presente na festa do Pretão o ex-prefeito Pires Leda e sua esposa dona Joana Leda, os vereadores Manoel Paca e Magno Melo, o pecuarista Tim, o Manelinho, o Arnoldo Leda, Cláudio Lima, Jean Paca, o Leda, Dede do Mato Verde entre outros. A festa foi muito boa com muita carne assada para o povo e muita cerveja gelada. O assunto principal foi a reeleição do prefeito Chico Cunha que vem crescendo na intenção de vodos do povo de Tuntum, principalmente na região de atuação do líder Pretão que se lançou candidato a vereador em 2012.

2011 um ano difícil, mas que termina bem

Leida Mello, netos, irmã e nora

O ano de 2011 está chegando ao fim e eu posso dizer que foi um ano de muita expectativa para minha pessoa, mas que terminou sendo um ano maravilhoso. Tudo começou com a incerteza do tratamento de minha mãe e a nossa ansiedade para que tudo desse certo. Mas a coragem e a fé desta guerreira chamada Leida foi o maior exemplo que tive durante toda minha vida e hoje posso dizer que este ano de 2011 foi o maior ano de todos que já tive. Para mim o melhor do ano aconteceu no dia 23 de agosto, quando o medico que acompanha a minha mãe saiu da sala de cirurgia e falou que estava tudo em perfeita ordem e tudo tinha sido revertido. Neste momento confirmo que todo o medo e a preocupação com a entrada de 2011 se acabou, pois minha mãe por mais que tenha sofrido tudo estava bem. Então 2011 foi o melhor de todos os anos e dedico este meu maravilhoso ano a dona Leida Mello, pela sua coragem, dedicação e fé.

Incra faz convênios com prefeitura de Tuntum

Chico Cunha ao lado do superintendente do Incra-MA, José Inacio
A superintendência do Incra no Maranhão firmou, nesta sexta-feira (30) pela manhã, 14 convênios a serem executados por 12 prefeituras para implantação de sistemas de abastecimento de água e construção e recuperação de estradas vicinais.
Ao todo, os convênios prevêem a recuperação de 693 km de estradas vicinais e a implantação de mais outros 43 km, num total de 736 km de estradas, com construção de bueiros e pontes. Três desses convênios têm como objeto a implantação de 14 sistemas de abastecimento de água em áreas de assentamento. Para a realização dessas obras será investido o valor total de R$ 22,8 milhões.
.
Obras com qualidade
Durante a solenidade, o superintendente do Incra, José Inácio Sodré Rodrigues, reuniu um corpo técnico do órgão para apresentação de algumas observações aos prefeitos, no sentido das famílias assentadas venham a ser atendidas com obras executadas com qualidade e garantia de execução. Entre elas: a necessidade de licença ambiental, das licitações para a liberação das primeiras parcelas dos recursos, prestação de contas parciais e observação ao calendário de chuvas.
Ele informou que os convênios foram feitos no valor global, diferentemente do que era de praxe em anos anteriores, quando apenas parte dos recursos eram empenhados, ficando o restante para o ano seguinte. ”Essa medida facilita o planejamento orçamentário do órgão, dá mais segurança quanto aos repasses das parcelas, assim como traz garantia e agilidade na execução dos convênios”, afirmou José Inácio.

As obras serão iniciadas no próximo ano, com prazo previsto de até doze meses para a execução dos serviços. Além de Tuntum, foram beneficiados os municípios de Pedro do Rosario, Itinga, Porto Franco, Governador Edison Lobão, Açailândia, Cantanhede,

Max Barros só precisa se aproximar mais das comunidades

Max Barros com Pires Leda

O PMDB deve se reunir em janeiro para traçar uma estratégia bem amarrada para embalar a pré-candidatura do deputado estadual Max Barros à Prefeitura de São Luís. A movimentação está sendo articulada pelo senador João Alberto e pelo deputado Roberto Costa e visa, primeiramente, consolidar a posição de Max Barros nas bases do partido dentro e fora de São Luís, para em seguida dar os primeiros passos para mandá-lo para as ruas.
Há quem diga que o pré-lançamento do secretário de Infraestrutura em setembro foi precipitado. Mas o senador João Alberto, que tem experiência de sobra nesse metier, acha que não. E derruba tal avaliação com um argumento de peso e incontestável, o de que o prefeito João Castelo já está em campanha aberta desde o início do ano. Outros líderes da coligação que dará sustentação ao deputado também pensam assim. Enquanto não chega o momento de ir às ruas para o contato direto com o eleitorado, Max Barros cuida de fortalecer o projeto de candidatura trabalhando duro nos projetos de sua pasta para São Luís.
O mais visível e importante deles é a Via Expressa, uma mega-avenida que ligará a Avenida Daniel de La Touche (Ipase) à Avenida Bandeira Tribuzi, que ele pretende inaugurar, pelo menos em parte, em meados do ano que vem. O fato é que, de acordo com o que se ouve nos bastidores do PMDB e dos partidos que formam a aliança governista, janeiro será um mês, se não decisivo, muito importante para a consolidação do projeto liderado por Max Barros.
Fonte:Herbertt Morais

O APOCALIPSE EM 2012

O Fim está próximo – Talvez muitos não saibam mas esta idéia de “fim dos tempos” não é lá uma assertiva muito nova. Desde os primórdios do século XV o sentimento geral casado com uma espécie de vigilância nervosa e generalizada em relação aos sinais faziam tremer a população medieval, a vida para ver os presságios em quaisquer fenômenos tidos como supostos milagres.
Vários artistas aproveitando a nova criação de Gutemberg (1398 – 1468) a prensa, criaram e publicaram volumes das narrativas sacras (bíblicas) com suntuosas imagens do apocalipse. Afinal era preciso retratar bem o obscuro e depressivo sentido de tempos malditos que a humanidade vivia. Em uma época de terras devastadas por epidemias e guerras, dominada pela igreja, nada mais comum do que utilizar a força do simbolismo com o conteúdo dramático de imagens e profecias.
De lá para cá, em muitos outros períodos já dizia-se: “ agora o mundo acaba”. E o tal do mundo não se acabou, como a letra da canção. Hoje em dia teremos o grato prazer de acompanhar o ápice de uma destas profecias tidas como apocalípticas. O ano de 2012 inicia-se sob a aura catastrófica via internet e Hollywood. Dentre as principais razões temos um suposto máximo solar e o fim do calendário Maia, tido como altamente preciso para uma civilização datada como do século VI a.C.
Como se sabe os Maias era astrônomos habilidosos capazes de calcular com extrema precisão ciclos planetários inteiros como os de Vênus, Marte, Mércurio e Júpiter. Boa parte da comunidade cientifica têm afirmado categoricamente que de fato existem movimentações “plasmáticas” em torno do nosso sol, mas nada ainda por enquanto que indique o seu colapso. Na duvida esotéricos e pseudo-cientistas do mundo todo têm espalhado vídeos e textos (principalmente na internet) sobre o fim dos tempos em 2012.
Nesta pequena esfera planetária chamada Terra somos quase sete bilhões de habitantes, até 2030 talvez alcancemos os 9,5 bilhões. Com nossa fonte de energia (petróleo) já ameaçada e com apenas 1% da população detendo 40% de toda a riqueza do planeta acredito que as causas do cataclisma serão outras. Vivemos num padrão de produção linear onde extrai-se (explora-se) os recursos naturais, industrializa-se (intoxica-se), consome-se (distribui-se no mercado) e dispensa-se (joga-se no lixo) cerca de 99% dessa produção. Leia-se “padrão de produção linear” num mundo de recursos “finitos”.
Sem dúvida vivemos não apenas uma “época de mudança” mas sim uma “mudança de época” com novos paradigmas ligados a tecnologia e ao conhecimento humano. A realidade como percebemos está no turbilhão destas novas mudanças. Superar o modelo vigente por algo que responda aos anseios nossos e da mãe natureza é garantir mais algum tempo de vida útil para a humanidade. Quanto ao Planeta Terra, esse não acaba tão cedo. Se não melhorarmos nossa relação com a mãe – terra, ela talvez se livre de nós, tal qual um cão se livra das pulgas: num sacolejo.
(A imagem que ilustra esse post é do artista alemão Albrecht Durer, 1471 – 1468. Nome da obra: “O apocalipse de São João”)

Em Caxias, Paulo Marinho Júnior lidera as pesquisa contra candidato de Humberto Coutinho

Pesquisa do Instituto Data Mérita, feita no final do mês passado com 583 pessoas e divulgada somente nesta terça-feira, mostra que será bastante disputada a eleição em Caxias.
O candidato Paulo Marinho Júnior (PMDB) aparece com uma leve vantagem na pesquisa estimula contra o candidato do prefeito Humberto Coutinho (PDT), seu sobrinho Leonardo Coutinho (PSB): 23,05% contra 22,58%.
A vantagem do peemedebista aumenta na espontânea: 15,79% contra 9,29%. Paulo Marinho Júnior, no entanto, lidera o índice de rejeição com 25,46%. Veja os números:

Brasil supera Reino Unido e agora é sexta economia do mundo

O Brasil agora tem a sexta maior economia do mundo, ultrapassando o Reino Unido. A conquista da economia brasileira foi publicada pelos principais jornais britânicos nesta segunda-feira. O Daily Mail traz a informação ressaltando que Grã-Bretanha está, pela primeira vez, atrás de uma nação sul-americana.

O jornal The Guardian atribui a perda de posição à crise bancária de 2008 e à crise econômica que persiste em contraste com o crescimento vivido no Brasil, principalmente por causa das exportações para a China. Os periódicos britânicos se basearam na pesquisa do Centre for Economic and Business Research’s.

Em 2010, o Brasil ficou como sétima maior economia do mundo depois de ultrapassar a Itália. Este ano a estimativa do Ministério da Fazenda é de que o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresça algo em torno de 3% e 3,5%. A crise econômica mundial reduz em 0,5% a 1% o crescimento do país neste ano. Mesmo assim, o Brasil está em destaque no cenário mundial.

Confira a liga de economias mundiais:

1 – Estados Unidos
2 – China
3 – Japão
4 – Alemanha
5 – França
6 – Brasil
7 – Reino Unido
8 – Itália
9 – Rússia
10 – Índia