Câmara: vereadores sabatinam secretários

Magno Melo falou dos empregos fantasma do Josinaldo Bilio

  
Do Blog do Lobão

Atendendo a uma convocação gerada por meio de um requerimento da vereadora Lêda Bílio aprovado por unanimidade na semana passada, comparecerem na sessão de hoje da Câmara Municipal, os secretários Antonio dos Reis Barros Teixeira (Educação) e Antonio Joaquim Neto (Finanças) para prestarem esclarecimentos a cerca da aplicação dos recursos. A vereadora iniciou o seu questionamento direcionado ao secretário Antonio dos Reis que usou a palavra por mais de 40 minutos explanando ações de sua pasta e até reconhecendo as deficiências. Quando questionado sobre a merenda escolar, ele foi categórico ao afirmar que todos os recursos são aplicados de forma exemplar, para em seguida dizer que é impossível alimentar um estudante com R$ 0,30 (trinta centavos), valor dos recursos repassados pelo governo. ‘O município recebe trinta centavos por aluno e isso não é suficiente’, salientou.
Sobre a queda do número de alunos de acordo com o último Censo Escolar, ele defendeu o prefeito Chico Cunha para depois alfinetar aludindo supostas manipulações no passado. ‘O censo diminuiu por que o prefeito Chico Cunha jamais vai alterar boletim de matrícula’, disse. A autora do requerimento ainda perguntou sobre o número de professores contratados, concursados e a qualidade do transporte escolar, para depois falar nos recursos disponibilizados, perguntas elementares que não causaram o efeito esperado, prontamente atendidas pelo secretário. Em uma de suas declarações o secretário falou que era comum vereadores procurarem o prefeito para pedirem a contratação de carros de seus apadrinhados, colocação que não deixou todos contentes e que foi o estopim do primeiro bate boca. Dusreis ressaltou durante seu pronunciamento que o prefeito Chico cunha tem sido importante para a reestruturação da educação do município criando o Conselho de Educação, a função de coordenador e o plano de cargo careira e salários.
O vereador Magno Melo, num aparte, disse que o marido da vereadora, o ex-vereador Josinaldo Bílio, presente na sessão, estava sempre na prefeitura fazendo esses pedidos. Melo acrescentou que em 2008, no apagar das luzes, a prefeitura contratou mais de 300 funcionários fantasmas para o povoado Belém, segundo ele para queimar a atual gestão. Insatisfeito, o vereador ainda disse que próprio filho da vereadora Lêda e de Josinaldo Bílio recebia como fantasma em Caxias. “Você mesmo tinha um filho que morava em Caxias e que recebia um contracheque de Tuntum”, concluiu. A vereadora engoliu seco para em seguida pedir explicações sobre o pagamento do transporte escolar, segundo ela em atraso. O secretário disse que explicações de ordenamento de despesas cabiam a secretaria de Finanças, não a ele.
Antonio Joaquim Neto, o Tontonho, não precisou de muito tempo para deixar tudo às claras e a oposição satisfeita com suas respostas. Ele disse que realmente os proprietários de veículos contratados para fazerem o transporte escolar estiveram sim em atraso, contudo alegou que obrigatoriamente de acordo com uma resolução determinada pelo governo houve mudanças no regime de pagamento, antes feito em cheque, obrigando a realização de um novo cadastramento, provocando a situação, mas até o próximo mês tudo estará resolvido. Quanto ao aluguel de prédios no interior ele contestou a informação de que estejam em atraso, mas pelo contrário alguns tiveram o pagamento antecipado. Sobre o pagamento dos funcionários da limpeza, declarações feitas pelo vereador Marcus Cunha de que estariam também atraso, foi desmentida pelo secretário afirmando que estão todos em dia. O secretário antes de deixar o púlpito da Casa elogiou a vereadora Lêda Bílio dizendo que ela era uma mulher séria e de caráter.
A galeria que se encontrava lotada participava do debate enviando perguntas por escrito. Após a conclusão da audiência o ex-vereador Josinaldo Bílio foi ao encontro do vereador Magno Melo para tomar satisfações sobre suas declarações. Bílio com o dedo em riste e se mostrando nervoso falava em tom agressivo. Os ânimos foram acalmados com a interferência dos vereadores. A sessão foi concluída sem vencidos e vencedores, mas serviu para tirar muitas dúvidas sobre a transparente aplicação dos recursos da pasta.

9 ideias sobre “Câmara: vereadores sabatinam secretários

  1. Quero dizer que os meus esclarecimentos sobre a queda do número de alunos no censo escolar não significa dizer que em outras administrações os boletins de matrículas eram alterados até porque eu sou funcionário da secretaria ja a muito tempo e nunca presenciei nenhum ato dessa natureza portanto repito,não alfinetei ninguem.
    Antonio dos Reis.

  2. Quem desses politiqueiros citados nessa postagem não tem ou não teve apadrinhados fantasmas na folha de pagamento da prefeitura?

    Na folha de pagamento da Câmara também têm muitos gasparzinhos. É tudo DISCULHAMBADO.

  3. Quando se fazem acusações em que um filho de um ex-vereador recebia salário fantasma em nome da educação do filho do cidadão tuntuense, e quando se observa esse tipo de contratação com 300 pessoas como diz a matéria, não seria um caso de Auditoria ou uma intevenção urgente da justiça nas contas do município? Será que o Prefeito está realmente agindo com serieade, pois se tivesse, teria pedido no máximo uma CPI.
    E a senhora Lêda Bílio, que todos nós sabemo, está sendo assessorada por seu marido e ex-vereador, pai do suposto fantasma na adm. Tema, deveria receber elógios?
    Fico com vergonha de saber que em Tuntum, o mau caretismo funciona e administra muito bem a nossa cidade, bem para o bolso de quem não se vale nada.

    Mas esse sistema um dia irá cair.

    Ass: Eduardo

  4. será muito dificil a nobre vereadora ainda ser eleita, abondaram o povo do belém e não tem mais voto lá, axu que isso e desespero, perseguições, como o caso de uma demissão que houve no belém sem aval do prefeito chico cunha, ao ser procurado o prefeito readmitiu novamente, talvez seje por isso que eu não goste desse josinaldo e desse secretário de educação, pois na época ele aceitou isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *